Dr. Pedro Henrique

Profissional especializado em Urologia Minimamente Invasiva e Laparoscopia.

One Clinic – The Office
Av Mário Ypiranga nº 315 sala 1404
(92) 3231-1354 / 99351-5600

Mais Clínica – Cristal Tower
Av. Jor. Umberto Calderaro 455 Sala 201
(92) 99100-4500 / 3532-0535

Cateter Duplo J – Esclareça as suas dúvidas

Após cirurgias para cálculos urinários, é comum o canal do ureter fechar-se pela inflamação decorrente do próprio procedimento e da obstrução pelo cálculo, impedindo a passagem de urina. A não passagem de urina do rim para a bexiga causaria forte dor no pós-operatório. Para evitar isto, utilizamos o cateter duplo J, que é um tubo bem fino que conduz a urina dos rins até bexiga. Recebe este nome por possuir uma curva em forma de J em cada extremidade.

Quais são as consequências/incômodos causados pelo Duplo J?

O duplo J é colocado em benefício do paciente, para evitar dor no pós-operatório e outras complicações como estenose (obstrução por cicatrização anômala) do ureter. Porém, por ser um corpo estranho, pode causar alguns sintomas adversos como dor ao urinar, urgência miccional (necessidade de correr para urinar), dor nas costas ao urinar, frequência miccional elevada e sangramento na urina. Estes sintomas costumam ser leves e são aliviados com os remédios prescritos no pós-operatório.

Cateter Duplo J: uma extremidade fica no rim e a outra na bexiga.

Por quanto tempo o duplo J fica dentro do corpo após a cirurgia?

Isto depende da cirurgia. O período varia de 7 a 28 dias. Apenas em casos excepcionais é necessário deixar o cateter por mais tempo. A média de tempo na maior parte dos casos é de 7-14 dias.

Como é retirado o duplo J?

Existem duas formas. Quando o urologista prevê que o cateter vá ser necessário apenas por poucos dias, um fio bem fino exteriorizado pelo canal da urina e o duplo J é deixado. O cateter é removido puxando-se este fio no consultório mesmo, procedimento muito rápido (alguns segundos) e pouco doloroso.

Quando há indicação de permanência do duplo J por mais tempo, o cateter é deixado sem fio externo e retirado no centro cirúrgico por CISTOSCOPIA (endoscopia da bexiga através do canal da urina), sob sedação leve. O paciente acorda alguns minutos após o procedimento e vai para casa no mesmo dia, sem necessidade de internação.

Comments

  • Andre Luiz Guastella

    Retirei o cateter duplo j a uma semana e realizando um exame de urina tipo 1 apareceu aumento da proteína e TB leucócitos. Consultando meu urologista ele afirma que é algo normal pós procedimento e não devo me preocupar. O duplo j foi colocado pós cirurgia de estenose de jup devido hidronefrose.

    19/08/2021 11:08
    reply
Post a Comment